Disciplina: Formação da rede urbana brasileira

Tipo Optativa
Carga-horária 45 horas-aula / 03 créditos
Prof. responsável Fernanda Borges de Moraes
Linha de Pesquisa Planejamento e dinâmicas sócio-territoriais
Ementa Aspectos histórico-geográficos da produção, transformação, apropriação e gestão do espaço urbano e regional da América Portuguesa, tendo em vista as teorias, conceitos, propostas e projetos que conduziram tais processos. Aportes teórico-conceituais e metodológicos da pesquisa em História Urbana e Regional do período colonial, como subsídio ao estudo da urbanização brasileira e dos processos de planejamento e intervenção territorial.
   
Bibliografia 1. Fontes primárias impressas

ANTONIL, André João. Cultura e opulência no Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia: São Paulo: EdUSP, 1982. 239p.

CÓDICE COSTA MATOSO. Coleção de notícias dos primeiros descobrimentos das minas na América que fez o doutor Caetano da Costa Matoso sendo ouvidor-geral das de Ouro Preto, de que tomou posse em fevereiro de 1749, & vários papéis. Coordenação geral por Luciano Raposo de Almeida Figueiredo e Maria Verônica Campos; estudo crítico por Luciano Raposo de Almeida Figueiredo. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de Estudos Históricos e Culturais, 1999. 2v. il. (Coleção Mineiriana, série Obras de Referência).

COELHO, José João Teixeira. Instrução para o governo da Capitania de Minas Gerais [1780]. Introdução por Francisco Iglesias; leitura paleográfica e atualização por Cláudia Alves Melo. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de Estudos Históricos e Culturais, 1994. 304p. (Coleção Mineiriana, série Clássicos).

COUTO, José Viera. Memória sobre a Capitania das Minas Gerais; seu território, clima e produções metálicas. 1799. Estudo crítico, transcrição e pesquisa histórica por Júnia Ferreira FurtadoBelo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de estudos Históricos e Culturais, 1994. 101p. (Coleção Mineiriana, série Clássicos).

DIÁRIO da jornada, que fes o Exm.o Senhor Dom Pedro desde o Rio de Janeiro athé a Cid.e de São Paulo, e desta athe as Minas anno de 1717. Revista do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Rio de Jnaeiro, n. 3, p. 295-316, 1939.

DISCURSO Histórico e político sobre a sublevação que nas Minas houve no ano de 1720. Estudo crítico, transcrição e pesquisa de Laura de Mello e Souza. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de Estudos Históricos e Culturais, 1995. 196p. (Coleção Mineiriana, série Clássicos).

ESCHWEGE, Wilhelm Ludwig von. Jornal do Brasil, 1811-1817: ou relatos diversos do Brasil, coletados durante expedições científicas. Notas introdutórias por Friedrich E. Renger e Douglas Cole Libby. Tradução por Friedrich E. Renger, Tarcísia Lobo Ribeiro e Guntaer Augustin. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de Estudos Históricos e Culturais, 2002. 408p. il. (mapas em bolso). (Coleção Mineiriana, série Clássicos).

___. Pluto Brasiliensis. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: EdUSP,  1979, 2v.

___. Brasil, novo mundo. Estudo crítico por João Antônio de Paula; tradução por Domício de Figueiredo Murta. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de Estudos Históricos e Culturais, 1996. 276p.

___. Brasil, novo mundo. Estudo, introdução e notas por Friedrich E. Renger; tradução Myriam Ávila. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/ Centro de Estudos Históricos e Culturais, v. 2, 2000. 173p.

INFORMAÇÂO sobre as minas do Brasil [Ms. anônimo da Biblioteca de Ajuda, do final do século XVII-início do XVIII]. Anais da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, v. LVII, p. 155-186, 1935. Disponível em: BIBLIOTECA NACIONAL. Rio de Janeiro. <http://www.bn.br/ fbn/bibsemfronteiras/>. Acesso em: 15 ago. 2005.

INSTRUÇÕES Régias que a 7 de janeiro de 1775foram dadas pelo Il.mo Ex.mo Marquês de Pombal... Revista do Arquivo Público Mineiro. Belo Horizonte, n. XVI, 1911.

INSTRUÇÃO de Martinho de Mello e Castro para D. António de Noronha, governador e capitão general Capitania de Minas Geraes. 1775. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro, n. VI, p. 3-59, 1865.

INSTRUÇÃO de Martinho de Mello e Castro para o Visconde de Barbacena Luis António Furtado de Mendonça, governador e capitão general Capitania de Minas Gerais. 1788. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro, n. VI, p. 215-221, 1865.

INSTRUÇÃO e norma que deu o Il.mo e Ex.mo Sr. Cinde de Bobadela a seu irmão Snr. José António Freire de Andrade, para o governo das Minas, a quem veio suceder pela ausência de seu irmão, quando passou pelo sul. Revista do Arquivo Público Mineiro. Ouro preto, n. IV, 1899.

MATOS, Raimundo José da Cunha. Corografia histórica da Província de Minas Gerais (1837). Belo Horizonte: Itatiaia: São Paulo: EdUSP, 1981, 2v.

[NOTÍCIAS PRÁTICAS DAS MINAS GERAIS do ouro e diamantes. 1ª prática – Que dá ao R. P. Diogo Soares o Capitão-mor Luís Borges Pinto, sobre os seus descobrimentos da célebre Casa da Casca compreendidos nos anos de 1726-27 e 28, sendo governador e Capitão General D. Lourenço D´Almeida]. Disponível em: BIBLIOTECA VIRTUAL. Laboratório de Pesquisa em História Social-LIPPHIS. Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro <http://www.liphis.com/bibliovirtual/luisborgespinto.pdf. Acesso em 26 out. 2005. 6p.

[NOTÍCIAS PRÁTICAS DAS MINAS GERAIS do ouro e diamantes. 2ª prática – Dada pelo Alferes Moreira ao P. Me Diogo Soares das suas bandeiras no descobrimento do celebrado Morro da Esperança empreendido nos anos de 1731 e 1732 sendo General D. Lourenço de Almeida]. Disponível em: BIBLIOTECA VIRTUAL. Laboratório de Pesquisa em História Social-LIPPHIS. Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro <http://www.liphis.com/bibliovirtual/alferesmoreira.pdf. Acesso em 26 out. 2005. 5p.

[NOTÍCIAS PRÁTICAS DAS MINAS GERAIS do ouro e diamantes. 3ª prática – que dá ao R. Pe Diogo Soares o Mestre-de-Campo José Rebello Perdigão, sobre os primeiros descobrimentos das Minas Gerais de ouro. 1733]. Disponível em: BIBLIOTECA VIRTUAL. Laboratório de Pesquisa em História Social-LIPPHIS. Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro <http://www.liphis.com/bibliovirtual/joserebelloperdigao.pdf. Acesso em 26 out. 2005. 5p.

[NOTÍCIAS PRÁTICAS DAS MINAS GERAIS do ouro e diamantes. 4ª prática – Que dá ao R. P. Diogo Soares o Sargento-mor José Mattos sobre os primeiros descobrimentos do famoso Rio das Mortes]. Disponível em: BIBLIOTECA VIRTUAL. Laboratório de Pesquisa em História Social-LIPPHIS. Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro <http://www.liphis.com/bibliovirtual/josemattos.pdf. Acesso em 26 out. 2005. 4p.

[NOTÍCIAS PRÁTICAS DO NOVO CAMINHO que se descobriu das Campanhas do Rio Grande, e Nova Colônia do Sacramento para a Vila de Curitiba no ano de 1727 por ordem do Governador General de São Paulo, Antônio da Silva Caldeira Pimentel. 1ª Prática – Dada ao R. P. M. Diogo Soares, pelo Sargento-mor da Cavalaria Francisco de Souza e Faria, primeiro descobridor, e abridor do dito caminho. 21 de fevereiro de 1738]. Disponível em: BIBLIOTECA VIRTUAL. Laboratório de Pesquisa em História Social-LIPPHIS. Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro <http://www.liphis.com/bibliovirtual/ souzaefaria.pdf. Acesso em 26 out. 2005. 10p.

OTONI, José Elói. Memória sobre o estado atual da Capitania de Minas [1798]. Anais da Biblioteca Nacional, n. 30, p. 301-316, (1908).

ROCHA, José Joaquim da. Geografia históricada Capitania de Minas Gerais. Descrição geográfica, topográfica, histórica e política da Capitania de Minas Gerais. Memória histórica da Capitania de Minas Gerais/ José Joaquim da Rocha; estudo crítico: Maria Efigênia Lage de Resende; transcrição e colaboração de textos: Maria Efigênia Lage de Resende e Rita de Cássia Marques. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro/Centro de Estudos Históricos e Culturais, 1995. 224p. (5 mapas em bolso).

2. Fontes secundárias:

Almeida, André Ferrand de. A formação do espaço brasileiro e o projecto do Novo Atlas da América Portuguesa (1713–1748). Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 2001. 208p.

ARAÚJO, Renata; CARITA, Hélder, ROSSA, Walter (coord.). Actas do Colóquio Internacional “Universo Urbanístico Português”, 1415-1822. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 2001.936p. il.

AZEVEDO, Aroldo de. Vilas e cidades do Brasil Colonial; ensaio de geografia urbana retrospectiva. São Paulo: USP/ Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, 1956. 96p. (Boletim, 208 – Geografia, 11).

BARBOSA, Waldemar de Almeida. Dicionário histórico geográfico de Minas Gerais. 2a ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1995. 382p. (Coleção Reconquista do Brasil – 2a série, 181). 1a ed. 1971.

BOTELHO, Ângela Vianna; ROMEIRO, Adriana. Dicionário histórico das Minas Gerais; período colonial. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. 320p. il.

BRAUDEL Fernand. Escritos sobre a história. São Paulo, Perspectiva, 1978, 289 p.

CHAVES, Cláudia Maria das Graças. Perfeitos negociantes: mercadores das Minas setecentistas. São Paulo: Annablume, 1999. 184p.

COSTA, Antônio Gilberto (Org.). Cartografia da conquista do território das Minas. Belo Horizonte: Editora UFMG: Lisboa; Kapa Editorial, 2004. 244p. il.

___; Renger, Friedrich Ewald; FURTADO, J. Ferreira; SANTOS, M. M. D. Cartografia das Minas Gerais: da Capitania à Província. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. 84p.: 29 pranchas (em bolso).

COSTA, Joaquim Ribeiro. Toponímia de Minas Gerais. Belo Horizonte: Imprensa Oficial do Estado, 1970. 429p.

DELSON, Roberta Marx. Novas vilas para o Brasil-Colônia: planejamento espacial e social no século XVIII. Brasília: Alva-ciord, 1997. 124p.

FONSECA, Cláudia Damasceno. Des terres aux villes de l´or; pouvoirs  et territoires urbains au Minas Gerais (Brésil, XVIIIe  siècle). Paris: Centre Culturel Calouste Gulbenkian, 2003. 606p.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 21a ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1989. 158p. (Col. Documentos brasileiros, 1).

IGLÉSIAS, Francisco. Minas Gerais. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de (Dir.). O Brasil monárquico; Dispersão e unidade. Rio de Janeiro: São Paulo: Difusão Européia do Livro-DIFEL, 1960, t. II, v. 2.

___. Minas e a imposição do Estado no Brasil. Revista de História. São Paulo, n. 50, p. 257-273, out./dez. 1974.

MACHADO, Mônica Sampaio. Geografia e Epistemologia: um passeio pelos conceitos de espaço, território e territorialidade. Geo UERJ, Rio de Janeiro: UERJ/ Departamento de Geografia, n. 1, jan. 1997. p. 17-18. Disponível em: <http://www2.uerj.br/~dgeo/ geouerj1h/monica.htm>. Acesso em: 11 ago. 2004. 

MARX, Murilo. Cidade no Brasil: em que termos? São Paulo: Nobel: EdUSP, 1999. 143p

MORAES, Fernanda Borges de. A rede urbana da Minas coloniais: na urdidura do tempo e do espaço. Tese. 3v. il. Doutorado em Arquitetura e Urbanismo – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

PAULA, João Antônio de. Raízes da modernidade em Minas Gerais. Belo Horizonte: Autêntica, 2000. 154p.

REIS FILHO, Nestor Goulart. Contribuição ao estudo Evolução urbana do Brasil 1500/1720. 2ª. ed. rev. e amp. São Paulo: Pini, 2000. 239p.

___. Imagens de vilas e cidades do Brasil Colonial. São Paulo: EdUSP: Imprensa Oficial do Estado: FAPESP, 2000. 411p. (Uspiana – Brasil 500 anos).

RESENDE, Maria Efigênia Lage de; MORAES, Ana Maria de. Atlas histórico do Brasil. Belo Horizonte: Vigília, 1987. 94p.

SALGADO, Graça (Coord.). Fiscais e meirinhos; a administração no Brasil colonial. 2a ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. 452p.

SANTOS, Márcia Maria Duarte dos (org.). Minas Gerais em mapas. Belo Horizonte: IGC/UFMG: Diamantina: Instituto Casa da Glória, 2003. (CD-ROM).

SANTOS, Milton. Por uma Geografia nova; da crítica da Geografia a uma Geografia crítica. 6ª ed. São Paulo: EdUSP, 2004. 285p. (Coleção Milton Santos, 2).

SILVA, Maria Beatriz Nizza da (Coord.). Dicionário da história da colonização portuguesa no Brasil. Lisboa: São Paulo: Verbo, 1994. 839p.

SOJA, Edward W. Geografias pós-modernas; a reafirmação do espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993. 324p.

VARIA História. Belo Horizonte, nº 21, jul. 1999. (Número especial: Códice Costa Matoso).

VENÂNCIO, Renato Pinto. Caminho Novo: a longa duração. Varia História. Belo Horizonte, n. 21, p. 181-189, jul. 1999.

ZEMELLA, Mafalda P. O abastecimento da capitania das Minas Gerais no século XVIII. 2a ed. São Paulo: Hucitec: Edusp, 1990. 247p. [tese defendida em 1951].