Estrutura do Curso

O programa se divide em quatro grandes blocos:

  1. FUNDAMENTOS: créditos obrigatórios num total de 285 horas, oferecendo disciplinas fundamentais sobre as noções de sustentabilidade, eficiência energética e de recursos para o ambiente construído, os sistemas tecnológicos ligados ao tema, bem como conteúdos sobre metodologia científica.
  2. SEMINÁRIOS: créditos obrigatórios num total de 45 horas, reservados a duas sessões de Palestras de profissionais peritos em determinados assuntos (6 h.a.); a oito sessões Espaço Empresa para a apresentação de materiais e sistemas tecnológicos disponíveis no mercado (24 h.a.) e duas Mesas Redondas dirigidas à participação dos alunos, que serão os responsáveis pela definição dos temas, apresentação e mediação da discussão (15 h.a.). Essas atividades serão coordenadas por um professor do Curso;
  3. TÓPICOS ESPECIAIS: créditos optativos complementares de 15 horas cada, com ementas variáveis, os quais os alunos deverão obrigatoriamente cursar 2 créditos para integralizar a carga horária total de 360 horas para obtenção do título de especialista. Os créditos optativos serão ministrados por professores/profissionais/pesquisadores convidados, externos ao Depto TAU, sob a coordenação dos professores do Depto TAU.
  4. TRABALHO FINAL: a ser desenvolvido sob orientação de professor do curso, poderá ter caráter teórico-dissertativo ou prático-aplicativo e deverá ser preferencialmente concluído no período de 12 meses a partir da data do início do curso. Indispensável para a finalização do curso e recebimento de diploma.



Disciplinas

As disciplinas constantes na grade, obrigatórias (fundamentais) ou optativas (tópicos especiais)
são também organizadas em cinco blocos:
Fundamentos, Sustentabilidade e Qualidade Ambiental, Conforto Ambiental e Eficiência
Energética, Projetos e Construções e Selos e Certificações:

FUNDAMENTOS:
Sustentabilidade e Qualidade Ambiental
Conceitos básicos sobre ambiente construído, qualidade e sustentabilidade. O problema do
edifício; abordagens atuais, impactos e tendências. Avaliação da qualidade do ambiente
construído (QAC).

Eficiência Energética e de Recursos
Panorama das abordagens internacionais de conservação de energia no parque edificado e
fontes renováveis de energia. Consumo de energia no parque edificado nacional; tipologia de
edifícios, consumo desagregado e potencial de economia de energia. Edificação e recursos
naturais. Métodos de avaliação para o projeto.

Inovação Tecnológica Sustentável
A cadeia produtiva da Construção Civil. O processo de inovação tecnológica e impactos
ambientais causados pelo setor da construção civil. Inovação tecnológica como possibilidade
para melhoria do desempenho e sustentabilidade de materiais e componentes; Reciclagem e
sustentabilidade.

Análise do Ciclo de Vida e Ecodesign
Princípios de Análise do Ciclo de Vida (ACV) e Norma Técnica ISO 14040. Metodologias em
ACV. Aplicação de ferramentas de ACV sob a abordagem de Ecodesign e Design for
Environment (DfE).

Metodologia Científica
O conhecimento científico; métodos de abordagem e de procedimentos. A pesquisa: tipos,
fases e planejamento; técnicas de pesquisa. Elaboração, análise, interpretação e representação
de dados e resultados. Apresentação do trabalho científico, com ênfase na monografia de
especialização.

-- -- -- --

SUSTENTABILIDADE E DESEMPENHO
NBR 15575 e Avaliação do Desempenho
Contrary Tecnologias aplicadas nas metodologias de avaliação. Diagnóstico para análise de
desempenho e avaliação pós-ocupação. Capacitação para utilização de ferramentas analíticas
e melhoria do ambiente construído e das edificações.

NBR 15575 e Desempenho Térmico de Ambientes
Recomendações da NBR-15220; zoneamento bioclimático brasileiro; desempenho térmico de
componentes construtivos na NBR-15575; análise de casos.

NBR 15575 e Desempenho Acústico de Ambientes
Condicionantes acústicos para o conforto humano; recomendações das NBR-10151 e NBR-
10152; desempenho acústico de ambientes e de componentes construtivos na NBR-15575;
análise de casos.

Iluminação Natural do Ambiente: aplicações das normas de desempenho
Conceito, grandeza e unidades, cálculo de iluminação lateral para a norma de desempenho.
Dimensionamento de elementos zenitais. Sistemas de iluminação naturais, admissão,
condução, controle e distribuição da luz, exercícios práticos em maquetes, medições de
iluminação natural de acordo com a norma.

Iluminação Artificial integrada à Natural: aplicações das normas de desempenho
Conceito, grandezas e unidades, caracterizações de lâmpadas, luminárias, sistemas de
controle, cálculo para norma de desempenho, análise de eficiência energética para edifícios
comerciais e residenciais, trabalhos de aplicação prática.

-- -- -
CONFORTO AMBIENTAL E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
Análise Térmica do Edifício - Ferramentas Tecnológicas
Aplicação de softwares livres de análise térmica de ambientes (Arquitrop®, Quick®, Luz do Sol®
etc.) e dos fenômenos físicos envolvidos nas trocas térmicas, na análise de insolação e
iluminação natural para a avaliação de desempenho energético do ambiente construído.

Climatização de ambientes e eficiência energética
Qualidade do ar e conforto. Variáveis climáticas e humanas. Zonas de conforto, resfriamento,
aquecimento. Variáveis arquitetônicas, sistemas de condicionamento de ar. Tipos de

instalações, carga térmica, calor sensível e calor latente. Ventilação e exaustão. Soluções
termicamente eficientes e sustentáveis. Cálculos básicos.

-- -
PROJETOS E CONSTRUÇÕES
Evolução Tecnológica e Sustentabilidade na Construção
Aperfeiçoamento dos sistemas de gestão, otimização de processos construtivos e redução de
desperdício, inovações recentes, aplicabilidade e ganhos em desempenho e sustentabilidade.
Apropriação tecnológica e tecnologias construtivas não convencionais.

Métodos e Ferramentas para Concepção e Materialização de Projeto
Conceitos de materialização da ideia. Metodologias e ferramentas de simulações e
representações das ideias de projeto. Prototipagem rápida, virtuais, aquisições de dados
tridimensionais e outras tecnologias.

Gestão de Projeto para Sustentabilidade
Metodologias para planejamento, execução e conclusão de projetos sob a ótica da
sustentabilidade. Sistemas de gerenciamento em engenharia simultânea e projetos para a
produção. Organização, fornecedores, custos. Gerenciamento de pessoas e equipes
multidisciplinares.

Habitação social e sustentabilidade
A habitação social, políticas públicas de acesso a moradia, a intervenção do Estado, o acesso a
cidade e a propriedade urbana. Regularização fundiária sustentável - intervenções em vilas,
favelas e conjuntos habitacionais. Aspecto urbano, ambiental e social, desempenho de
tecnologias inovadoras.

Análise e modelagem para a Gestão da Obra
Introdução aos métodos de estudos, pesquisas e trabalho relacionados à área da Gestão em
Sustentabilidade com relação a etapa da construção ou fabricação. Analisa a complexidade
relacionada ao evento da Obra, considerando métricas de desempenho, maturidade de gestão
de projetos e de elementos de gerenciamento multidimensionais baseados na tecnologia BIM
(building information modeler).

Transporte urbano e sustentabilidade
Introdução do Uso do Solo e Transporte. Plannejamento de transporte como instrumento de
organização do espaço urbano. Traffic Calming. Mobilidade urbana.

Projeto Sustentável Integrado
Proposta de desenvolvimento de ambiente construído, orientada pelo tripé Tecnologia
Construtiva – Conforto – Gerenciamento de Projeto, através da análise crítica de um projeto
de mundo real apresentado, propiciando a intervenção, reformulação, remodelamento e
planejamento que permita a aplicação do conteúdo programático ministrado no decorrer do
curso de forma orientada à conceitos sustentáveis.
A disciplina tem como objetivo um desenvolvimento através de atividades práticas,
propiciando definições possíveis para solução de problemas de forma sistêmica, integrada e
sustentável para os desenvolvimentos de ambientes construídos.

Sistemas Construtivos
A disciplina a borda os sistemas estruturais básicos em concreto, aço, madeira, materiais
cerâmicos, suas propriedades básicas; aplicação e produção. Preve também a análise da
sustentabilidade na aplicação dos sistemas, intensidade material, energia incorporada,
emissão de carbono, desperdício, etc.

Arquitetura de Terra
Noções básicas de construção de terra por meio de atividades práticas de construção
utilizando este material.

-- -
SELOS E CERTIFICAÇÕES
Regulamento de Eficiência Energética em Edifícios Residenciais
Aplicação da regulamentação para edifícios comerciais, de serviços e públicos e para edifícios
residenciais. Estudos de caso.

Legislação Ambiental
Apresentação da legislação ambiental vigente. Leis e regulamentações referentes ao uso dos
recursos naturais, aos processos produtivos, à produção de resíduo. Via compulsória e via
voluntária. Normas, certificações e selos.

Certificação em Sustentabilidade - LEED
Sistemas de Avaliação e Certificação de Sustentabilidade Ambiental para o Ambiente
Construído: certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) - GBCB (Green
Building Counsil Brasil). Princípios, processo de avaliação e tipologias de empreendimentos.

Dimensões de sustentabilidade avaliadas no LEED. Pré-requisitos, sistema de pontuação e nível
de classificação da certificação

Certificação em Sustentabilidade - AQUA
Sistemas de Avaliação e Certificação de Sustentabilidade Ambiental para o Ambiente
Construído: o processo AQUA (Alta Qualidade Ambiental). Princípios, tipologias, processo e
fases de avaliação do empreendimento. Requisitos para o Sistema de Gestão do
Empreendimento (SGE) e os critérios de desempenho nas categorias da Qualidade Ambiental
do Edifício (QAE). Níveis de desempenho para classificação da certificação.

Etiqueta PROCEL Edifica - Edifícios Comerciais
Consumo energético de edifícios comerciais, de serviços e públicos, análise global, requisitos e
pré-requisitos, análise da envoltória, análise de iluminação, análise de condicionamento de ar,
bonificações, economia de água, classificação do edifício, exercícios de aplicação prática.

Etiqueta PROCEL Edifica - Edifícios Residenciais
Consumo energético de edifícios residenciais. Unidade habitacional, edifícios multifamiliares,
áreas de uso comum. Análise global, requisitos e pré-requisitos análise de envoltório para
verão e inverno, aquecimento de água, bonificações, classificação do edifício, exercícios de
aplicação prática.

 




Horrio, durao e local de realizao

As aulas serão dadas de forma alternada nos finais de semana (um final de semana com aula, outro sem aula)

Escola de Arquitetura - Rua Paraíba, 697 - Funcionários

Sextas-feiras: 18:30 as 22:45
Sábados: 8:15 as 12:35 - 13:35 as 17:45

A duração estimada do curso é de um ano e três meses (com defesa da monografia)  

 

 

 

 

Escola de Arquitetura da UFMG | Departamento de Tecnologia da Arquitetura e do Urbanismo
Rua Paraíba, 697, Funcionários, Belo Horizonte.MG . Tel.: (31) 3409 8820 - sustentabilidadeufmg@hotmail.com